VESTIBULAR 2022 INSCREVA-SE
UNIDADE GUARANTÃ DO NORTE

GRADUAÇÃO - Bacharelado em Direito

Aula de Direitos Humanos em Praça Pública?

DIREITOS HUMANOS DISCUTIDOS EM PRAÇA PÚBLICA? ISSO MESMO...

Professor da AJES lança projeto de estudos multidisciplinares sobre direitos humanos em praça pública no Estado de Mato Grosso

 

         No sábado do dia 26 de outubro de 2019 – os direitos humanos foram contemplados com estudos em praça pública, ao ar livre. O tema da conferência foi: estudo multidisciplinar sobre a declaração universal dos direitos humanos – que contou com a presença de acadêmicos de Direito, Ciências Contábeis, Odontologia, Enfermagem, Fisioterapia, além de pessoas interessadas pela temática ou mesmo aqueles que paravam na hora para ouvir um pouco.

        O dia de sol irradiante, em meio ao gramado verdejante, às beiras do lago, no município de Matupá-MT – foi contemplado às sombras das árvores, entre um tereré ou chimarrão e os estudos dos trinta artigos da declaração universal. Entre a explicitação de um artigo e outro, a integração entre os cursos, entre acadêmicos e ouvintes, entre pipoca e bolo – uniam-se por um eixo temático: os direitos dos humanos.

      O Coordenador do evento, Professor Maurício Zanotelli, explica que os trabalhos foram divididos em duas partes: a primeira, teoria; a segunda, prática. Na Primeira, foram estudos os trinta artigos da declaração universal com explicações sobre históricos, definições, contextos político-sociais desde o ambiente internacional até a recepção nacional. Na segunda parte, houve a divisão e formação de quinze grupos, com integração entre eles, que necessitavam ter acadêmicos de todos os cursos presentes, em todos os grupos; após, foi designado dois artigos da declaração universal a cada grupo que teve que pensar a aplicabilidade desses artigos e criar ou recitar um exemplo de notícia veiculada sobre cada artigo com a aplicação do mesmo, além disso, pensar em uma música que falasse sobre o tema dos artigos.

    Os grupos se reuniram, discutiram, debateram e criaram suas designações. Por conseguinte, cada grupo apresentou a todos quais artigos estavam tratando, quais os exemplos do dia-a-dia que aplicavam ou não os mesmos e, ainda, qual a música escolhida, cantando-a.

     A tarde foi prazerosa. Os direitos humanos discutidos em praça pública é algo que nos chama atenção. Estudo teórico. Apresentações práticas. Músicas que tratam dos temas estudados. Pôr do sol, no espelho das águas. Os direitos humanos merecem!

      Parabéns a equipe AJES e a todos os participantes por mais este gesto a caminho da (re)educação em direitos humanos.